Bebê com dor de dente

Bebê com dor de dente, o que fazer?

Para uma mãe, uma das coisas mais bonitas é sentir seu filho crescer em sua barriga, assim como vê-lo crescer e aprender diante de seus olhos, depois que eles nascem. As mães querem prover seus filhos e protegê-los de estímulos negativos quando estão presentes. Por isso, quando nosso bebê chora, gostaríamos de saber qual é o problema, mas às vezes é mais fácil falar do que fazer. A formação de dentes, por exemplo, pode ser uma experiência cansativa e assustadora para os pais, pois o filho pode ficar irritado e chorar por longos períodos. Como os bebês não são capazes de se comunicar, os pais têm que confiar em sinais e sintomas para identificar o problema. Na maioria das vezes, os bebês choram e sentem-se irritados devido à dor de dente provocada pelo nascimento dos mesmos.

Sinais comuns e sintomas de dor de dente

Embora não haja sinais definidos de dentição, há alguns que geralmente aparecem. Assim, se você notar que o seu filho tem coriza, diarreia ou febre, você deve saber que esses sintomas são anormais e que, portanto, deve contatar o seu pediatra. Neste sentido, quando seu filho tiver entre 3 e 12 meses de idade, monitore a gengiva e os dentes dele. Se você perceber que eles estão se comportando de maneira diferente do normal e suspeitar que isso se deva à dor de dente, você deverá observar se ele apresenta um ou mais dos seguintes sinais:

  • Irritabilidade aumentada
  • Forte desejo de mastigar coisas
  • Movendo as mãos para a boca
  • Gengivas inchadas que podem ou não ter um nódulo
  • Erupção leve ao redor da boca causada por irritação da pele pelo excesso de salivação
  • Babando
  • Recusando-se a comer
  • Coceira frequente nas orelhas, olhos ou bochechas

Drogas de qualquer tipo podem ter efeitos colaterais adversos quando tomadas por adultos, e esses efeitos são mais intensos para crianças e bebês. Opções de tratamento para crianças estão disponíveis, mas há o medo de supermedicação, quando a droga se torna tóxica. Por exemplo, muitos dos agentes tópicos para o alívio de gengivas e dentes contêm benzocaína. Pesquisas mostram que o uso deve ser moderado, pois pode afetar os níveis de oxigênio do corpo. Os analgésicos de venda livre, como o ibuprofeno e o Tylenol, são capazes de aliviar os sintomas, mas ainda não são capazes de tratar o problema em si, apenas cuidam da dor.

Existem, hoje, produtos naturais para o alívio da dor de dente em bebês

São opções para evitar o uso de medicamentos. Alguns pensam que as contas de âmbar devem ser dadas ao bebê para que mastiguem durante a dentição, porém, isso não deve ser feito! Afinal, os colares são para usar, não mastigar!

Os colares de âmbar do Báltico são um excelente alívio para dor dente em bebês causada pela erupção dentária, mas também para aliviar outras dores. O âmbar báltico está disponível em cores e tamanhos diferentes.

O comprimento das colares de âmbar báltico pra bebê é de 33cm (+/- 1cm)

As parteiras usam-nas e recomendam-nas há muito tempo. O fechamento não contém metais, por isso não causa alergias. As pedras do colar de âmbar báltico são amarradas separadamente na corrente. Portanto, são seguras para bebês. O âmbar báltico ajuda não só na dor de dente em bebês, mas também no caso de dores de garganta. Ajuda também nas alergias, asma e problemas dermatológicos. Este mineral tem sido usado há séculos devido ao seu efeito benéfico e calmante.

O colar de âmbar báltico e maravilhoso!

Os colares de âmbar báltico atuam apenas quando estão em contato direto com a pele. O calor da pele atua sobre o âmbar báltico, do qual os óleos essenciais evaporam. Quando os dentes do bebê começam a aparecer, as células inflamadas mantêm o fluido causando tensões dolorosas. Portanto, o âmbar Báltico, com suas propriedades curativas, age sobre essas tensões e reduz a inflamação.

Você pode ter ouvido sobre o ácido succínico. Dentro de colares de âmbar báltico ele funciona como um analgésico natural. Este ácido também pode ajudar a controlar a baba. Melhorar a capacidade do sistema imunológico de reduzir a inflamação nos ouvidos, garganta, estômago e sistema respiratório.

Pesquisas recentes descobriram que as vibrações intermoleculares do cálcio são semelhantes às do âmbar báltico. O âmbar ajuda o cálcio a ser armazenado no dente, o qual se torna, assim, mais forte, saindo com mais facilidade de uma gengiva menos inflamada. Deste modo, sabendo que os bebês de hoje estão cercados por campos eletromagnéticos (telefone celular, computador, etc …), o colar de âmbar pode ajudar também.

www.ambaroriginal.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *