Dermatite atópica e o Âmbar Báltico

A dermatite atópica é uma doença crônica da pele.

É caracterizada por erupções cutâneas com comichão. Tais erupções podem ser vermelhas, escamosas, secas ou coriáceas.

Algumas vezes com bolhas na pele, com exsudação e formação de crostas. Em geral, ocorre pela primeira vez em bebês, com erupções geralmente ocorrendo nas bochechas, cotovelos ou joelhos.

Embora muitas vezes seja um problema menor na idade adulta, a dermatite atópica pode persistir. Especialmente se a pessoa estiver exposta a alérgenos ou irritantes químicos, ou estiver sob estresse.

Além disso, nos adultos, a dermatite atópica é comumente localizada no cotovelo interno ou atrás do joelho. Pessoas com eczema (dermatite atópica) frequentemente têm familiares com asma, febre do feno ou eczema.

Até agora, o apoio científico para a alegação de que qualquer remédio pode tratar o eczema é bastante inexistente.

Portanto, aqui estão dois exemplos de remédios que muitas vezes são ditos para prevenir a dermatite atópica ou ajudar a aliviar os sintomas:

1) Probióticos

Os probióticos, ou bactérias “boas”, são organismos microbianos vivos encontrados naturalmente no trato digestivo. Acredita-se que eles controlam o crescimento de bactérias potencialmente prejudiciais, influenciam a função imunológica e fortalecem a barreira protetora do trato digestivo.

Estudos sugerem que bebês com alto risco de distúrbios alérgicos, como a dermatite atópica, têm diferentes tipos e números de bactérias em seus tratos digestivos do que outros bebês.

Desta forma, acredita-se que os suplementos probióticos tomados por mulheres grávidas e crianças podem reduzir a ocorrência de dermatite atópica em crianças.

Para uma revisão publicada na PLoS Medicine, em 2018, os pesquisadores analisaram estudos publicados anteriormente sobre dieta durante a gravidez e a infância e o risco de doenças alérgicas ou auto-imunes.

Eles encontraram evidências de 19 estudos sugerindo que a suplementação probiótica materna durante o final da gravidez e lactação pode reduzir o risco de dermatite atópica. Mais pesquisas são necessárias.

Além do uso materno de probióticos, o uso de probióticos por bebês e crianças também foi explorado para prevenir e tratar a dermatite atópica.

Neste sentido, um estudo publicado em Pediatrics, em 2017, examinou a suplementação diária com Lactobacillus rhamnosus GG durante os primeiros seis meses de vida em crianças com alto risco de asma e eczema. O estudo descobriu que a suplementação não parece prevenir o eczema ou a asma aos dois anos de idade.

Além da estirpe probiótica Lactobacillus rhamnosus GG, foram também utilizadas as espécies Lactobacillus fermentum VRI-033 PCC, Lactobacillus reuteri e Bifidobacterium.

Crianças com deficiências imunológicas não devem tomar probióticos. Salvo com sob supervisão de um médico. Além disso, um estudo encontrou aumento da rinoconjuntivite alérgica entre 5 e 10 anos após o uso de probióticos perinatais.

Então, consulte um profissional de saúde qualificado antes de usar probióticos para discutir se eles são apropriados para você ou seu filho.

2) Âmbar

O efeito calmante do âmbar e a liberação de ácido succínico ajudam muitas doenças; inflamação da garganta, estimulação da tireoide, dermatite atópica, cólicas, dentição, ansiedade, enxaqueca, depressão e também pode melhorar o coração, fígado, rins, intestinos, artrite e muito mais.

História

O âmbar é usado há séculos para curar doenças. As pessoas que moram perto do Mar Báltico costumavam usá-lo em razão dos seus “poderes mágicos”. Ele foi esmagado e usado como remédio nos tempos antigos para medicação e dor.

O que é âmbar e quais são suas propriedades curativas?

O âmbar é uma resina natural. Foi fossilizado e ainda contém compostos originais. Com sua formação há mais de 45 milhões de anos, o âmbar do Báltico realmente possui poder de cura desde tempos imemoriais. O verdadeiro âmbar do Báltico origina-se da região do Báltico, daí o nome.

Tem a maior concentração de ácido succínico (3 a 8%). É um analgésico natural, anti-oxidante e anti-inflamatório. Também ajuda a restaurar a energia e manter o bem-estar.

Aliás, os chineses têm usado âmbar na medicina tradicional para doenças como energia e equilíbrio, extraindo energia negativa do corpo, doenças da coluna e do cérebro, artrite e dores de cabeça.

Na Europa, os benefícios curativos do âmbar são conhecidos há séculos. É por isso que o âmbar é às vezes chamado de “miçangas de dentição”.

Neste sentido, estudos clínicos recentes confirmaram que o autêntico âmbar do Báltico pode ter benefícios significativos para a saúde. Por exemplo, adultos podem usar pulseiras e colares para aliviar várias condições diferentes, desde artrite até ansiedade. E as crianças pequenas podem usar colares de dentição âmbar do Báltico para evitar dor e desconforto durante a dentição.

Assim, colares e pulseiras de âmbar são alguns dos produtos homeopáticos mais comuns. Eles foram usados por muitos anos por pessoas de todas as partes do mundo. Isso ocorre porque eles têm propriedades curativas tradicionais e foram transmitidas pelas gerações.

Hoje, colares, pulseiras, brincos e outras joias feitas de âmbar, são exemplos de medicina alternativa que tem provado ter benefícios para a saúde no alívio da dor homeopática.

Além disso, é capaz de aliviar a dor da artrite e síndrome do túnel do carpo. Pulseiras de âmbar são particularmente úteis para aliviar dores nas mãos quando usadas nos pulsos. Como a pulseira deve estar em contato constante com a pele, é melhor usá-la o mais perfeitamente possível, mesmo durante a noite.

Além disso, o âmbar:

  • Estimula o sistema nervoso
  • Regula o trabalho dos rins e intestinos
  • É um anti-inflamatório e antitóxico destrói radicais livres e bactérias
  • Possui propriedades desinfetantes
  • Doenças reumáticas e asmáticas
  • Ulcerações cutâneas e irritações (eczema)
  • Condições brônquicas, garganta e tireoide

Então, qual é o segredo para o âmbar do Báltico?

O âmbar do Báltico funciona através de um processo 100% natural pelo qual o próprio calor do corpo aquece o âmbar, liberando quantidades traço de um óleo que ocorre naturalmente dentro do âmbar (conhecido como ácido succínico) no corpo.

Desta forma,quando o corpo absorve esse óleo, ajuda a reduzir a dor e o desconforto. Enquanto o âmbar do Báltico estiver tocando a sua pele, seus efeitos restauradores quase mágicos poderão ser sentidos.

As duas peças mais populares de joias de âmbar do Báltico são colares e pulseiras.

Isso porque essas são as duas áreas do corpo que podem se beneficiar mais do efeito calmante do verdadeiro âmbar. Por exemplo, se você está sofrendo de artrite ou desconforto muscular em suas mãos, pulsos e braços, basta colocar a pulseira e deixar o ácido succínico fazer seu trabalho.

Portanto, se você está sofrendo de condições como gengivas inchadas, dor na fase da dentição, dores de cabeça ou dor no pescoço, basta colocar um colar de âmbar do Báltico e logo sentirá as dores indo embora.

Talvez não seja surpresa, portanto, que os colares de dentição âmbar do Báltico sejam um tão conhecidos pelas mamães e usados em bebês.

Além disso, não é coincidência que o óleo de âmbar seja frequentemente encontrado em centros de spa e bem-estar. Afinal, é um material antigo e seus efeitos curativos e restauradores foram bem documentados.

Assim, não há nada como usar joias de âmbar em seu corpo para reduzir os efeitos negativos de dores musculares e articulações. Você também pode usá-las para afastar certas doenças crônicas como parte de uma rotina diária de revitalização.

No entanto, para obter o alívio natural que você precisa, é importante que você use joias do genuíno âmbar. Use produtos que foram testados e comprovadamente eficazes no alívio da dor homeopática do paciente. Isso é essencial porque, se você não for cuidadoso, usará produtos que não servirão ao propósito pretendido.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *