Fibromialgia: alimentação, sono e âmbar

Será que você precisa ficar condicionado e preso aos fármacos para sempre? Não! Isto porque existem remédios naturais para o tratamento da Fibromialgia.

Antes de tudo, vamos esclarecer uma coisa: é difícil entender verdadeiramente a fadiga e a dor da fibromialgia que consomem todas as nossas forças. É o tipo de desconforto que vem depois de ser jogado de um cavalo ou de ter sua primeira aula de boxe com um profissional. Portanto, o problema é que nenhuma dessas coisas aconteceu e o desconforto nunca desaparece.

Então, a dor permanece com você, noite e dia. Assim, é praticamente impossível dormir bem. Em verdade, é difícil fazer qualquer coisa quando você tem fibromialgia. Todos os sistemas do corpo são afetados, da função cerebral à digestão. Assim,a vida é definida pela dor crônica. Mas não tem que ser! Isto porque há esperança de se libertar da fibromialgia e se sentir bem novamente.

 

Além da fadiga e das dores constantes, a fibromialgia pode vir acompanhada de disfunção digestiva; problemas de sono; problemas de função cognitiva; mudanças de humor; sensações estranhas da pele; erupções cutâneas; sensibilidades para cheiros, frio, som e luz. Enfim, a lista é bastante extensa.

Curiosamente, esses sintomas se sobrepõem completamente aos relatados por pessoas que sofrem de encefalomielite miálgica / síndrome da fadiga crônica (EM / SFC) e doença de Lyme crônica. Neste sentido, a única característica distintiva da fibromialgia é ternura em “pontos-gatilho” específicos. E, no entanto, pelo menos 70% das pessoas identificadas como portadoras de fibromialgia não atendem a esse critério formal.

 

Então, como você obtém um diagnóstico e abordagens de tratamento que proporcionam alívio?

Infelizmente, a maioria dos médicos não entende a fibromialgia e não está interessada em tratá-la. Isto é, em grande parte porque é considerada um distúrbio e não uma doença.

Transtornos são doenças que não têm causas explicáveis ​​ou cura conhecida. Isso não significa que as causas não existem – claro que elas existem. Portanto, significa que a ciência médica não identificou processos anormais que podem ser revelados por meio de testes e tratados com terapia medicamentosa.

Neste sentido, para os pacientes com fibromialgia, que têm longas listas de sintomas complexos sem um protocolo de tratamento bem definido, os médicos geralmente relutam em vê-los porque não conseguem discar uma solução. Então, o máximo que se pode esperar de qualquer profissional de saúde são as prescrições de medicamentos que eliminam sintomas. Assim, não raramente, pacientes com fibromialgia acabam tomando uma longa lista de medicamentos, muitos dos quais estão se habituando e têm efeitos colaterais que podem imitar a doença e impedir a recuperação.

Tratar sintomas sozinho não é uma solução adequada. Para superar a fibromialgia, você deve desfazer as coisas que causaram a condição em primeiro lugar.

Qual é a importância de uma alimentação saudável?

Uma dieta constante de alimentos altamente calóricos, com carga de carboidratos e alimentos processados ​​- o ingrediente das dietas modernas típicas – contribui para a disfunção digestiva. Incluindo a sensibilidade intestinal e alimentar, ambas comuns entre as pessoas com fibromialgia. Excesso de carboidratos e gorduras insalubres perturbam todos os sistemas do corpo, incluindo a função e a comunicação do sistema imunológico.

As diretrizes da boa alimentação:

Em suma, você não pode ficar bem sem adotar uma dieta que corresponda às suas necessidades naturais. Uma dieta saudável pode ser reduzida a seis diretrizes básicas. Se você puder adotá-las, notará imediatamente o aumento de energia, a eliminação de muitos sintomas da fibromialgia e a melhora da função digestiva.

    • Coma mais vegetais do que qualquer outra coisa . Eles fornecem vitaminas, minerais, outros nutrientes essenciais e fibras benéficas para equilibrar e promover a motilidade intestinal ideal.
    • Coma comida de verdade. “Comer saudável” não é sobre o que está no rótulo. É sobre comer alimentos preparados a partir de ingredientes que não têm um rótulo! Esforce-se para manter os alimentos que vêm em um pacote ou com um rótulo listando os ingredientes para menos de 10% do seu total de alimentos.
    • Escolha fontes saudáveis ​​de gordura e proteína. Peixes selvagens, aves e ovos criados em fazendas, são as fontes mais saudáveis ​​de proteínas completas e gorduras saudáveis. As fontes completas de proteína vegetariana incluem soja e produtos fermentados de soja, como tofu e tempeh, cânhamo, trigo mourisco, quinoa, sementes de chia, amaranto, spirulina e arroz e feijão combinados. Os óleos mais saudáveis ​​para cozinhar incluem azeite, óleo de gergelim, óleo de coco e ghee (manteiga clarificada). O óleo de uva, o óleo de noz e o óleo de abacate são boas opções para saladas.

E ainda:

    • Diversifique . Além de vegetais, sua dieta deve ser proporcionalmente dividida entre outras fontes naturais de alimentos. Quanto mais diversificada for sua dieta, mais próximo você chegará de cumprir os requisitos dietéticos para um bem-estar ideal.
    • A hidratação é a chave para manter seu corpo na melhor condição de trabalho, se você tem fibromialgia ou não. Ela ajuda a nutrir suas células, desintoxicar o corpo, auxiliar na digestão, controlar a inflamação e muito mais.

      Isso inclui beber oito copos de água por dia, sim. Mas também inclui comer alimentos hidratantes. A água dos alimentos é mais alcalinizada (ótima para absorção) e, em alguns casos, mais limpa do que a água que você pode obter da torneira. Boas opções são maçãs, melão, pepinos, melancia e alface romana.

    • Aumente sua ingestão de ácidos graxos ômega-3. É uma ótima maneira de evitar a inflamação causada pela fibromialgia. Também ajuda a aliviar o estresse oxidativo, ajuda na função cognitiva e apoia a saúde cardiovascular.
      Para obter mais ômega-3, tente substituir algumas proteínas em sua programação semanal de refeições com fontes ricas, como salmão, atum, anchova ou sardinha. Nozes e algas são boas opções vegetarianas. Suplementar com óleo de krill também é uma ótima maneira de obter mais ômega-3 em sua rotina diária.

Além disso…

Se você tiver disfunção digestiva significativa, restrinja sua dieta a alimentos cozidos que sejam facilmente digeridos e não provoquem reações de sensibilidade alimentar. Isso não é necessariamente para sempre: muitos alimentos podem ser adicionados novamente após a cura.

 

Por que o sono é tão importante?

Durma adequadamente. Você precisa de pelo menos oito horas de sono de boa qualidade todas as noites para ajudar na cura. Tente criar o hábito de apagar as luzes. Além disso, desligar a tecnologia e ouvir música fácil e relaxante por pelo menos uma hora antes de ir para a cama é realmente ótimo. Portanto, você será recompensado por melhor dormir à noite e um bom dia no dia seguinte.

Tome ervas calmantes: Ervas que são excelentes para acalmar o sistema nervoso e apoiar o sono normal incluem bacopa , flor de maracujá e motherwort. Ervas mais potentes que promovem o sono incluem a valeriana e a kava. Mas elas devem ser usadas de forma limitada. Isto porque agem de maneira muito semelhante às drogas do sono e podem ter efeitos colaterais semelhantes.

Portanto, os maiores obstáculos para a recuperação da fibromialgia são os sintomas – principalmente dor e falta de sono. Logo, a cura leva tempo e os sintomas não desaparecem até que a cura esteja completa. Assim, a curto prazo, a supressão de sintomas pode ser essencial para permitir que a recuperação progrida em uma direção para frente.

 

Como o âmbar Báltico pode me ajudar?

Além de uma boa alimentação, a escolha por tratamentos provenientes da natureza é um sábio caminho para a recuperação de um sobrevivente da fibromialgia. O melhor exemplo tem nome, além de ser lindo: ÂMBAR!

No entanto, lembre-se: você precisa do genuíno âmbar Báltico. O qual você encontra aqui, na Âmbar Original! Mas vamos lá… Realmente funciona? SIM! Como?

 

Propriedades curativas do âmbar: uma medicina alternativa.

O âmbar é um dos tesouros mais antigos e desejados do mundo, um “Ouro do Mar” magistralmente criado pela luz e pela vida, preservado pelo tempo e lavado nas praias para a humanidade valorizá-lo como um talismã de beleza. Até mesmo como um amuleto, para proteção e renovação. Através dos séculos, inspirou discussões e discussões. Ocupou a mente dos melhores filósofos e cientistas antigos e medievais.

 

Ainda sobre o sono: âmbar curando Distúrbios ORL e Insônia:

Na Roma Antiga, Calistratus, famoso médico da época, escreveu que pó de âmbar cura boca, ouvido, nariz, garganta (ENT) e doenças oculares e estomacais. Medicinalmente, foi moído em pó e misturado com água, óleo ou mel e usado como um elixir ou transformado em pomada para curar a febre e desconforto no estômago, asma, gota, reumatismo, feridas e infecções, epilepsia e fibromialgia. Tatos são os benefícios do âmbar para a saúde!

As mulheres camponesas romanas usavam medalhões de âmbar não apenas como adornos, mas também como remédio para “glândulas inchadas e dor de garganta e paladar”.

 

âmbar é um purificador natural!

É estimado por sua capacidade para extrair dor e doença do corpo físico, bem como da mente e do espírito, absorvendo energias negativas ou estagnadas e transformando-as em energia clara e positiva. É provavelmente por isso que o âmbar é visto como um remédio perfeito contra a insônia – limpando sua mente de pensamentos inquietos que lhe permitem ter um sono profundo e revigorante.

Além disso, na Bielorrússia, o âmbar serviu como meio contra a insônia durante séculos:pedaços de âmbar foram colocados debaixo de um travesseiro ou suspensos na cabeceira da cama.

 

Âmbar facilita Condições Crônicas

O âmbar possui propriedades curativas que ajudam em muitas condições crônicas, incluindo doenças da pele, enxaqueca, fibromialgia, artrite, lesões por esforços repetitivos, etc. O óleo de âmbar é amplamente usado para massagem e é, de fato, reconhecido como muito eficaz, especialmente para todas as doenças reumáticas.

Então, provavelmente nenhuma das pedras preciosas tem tantas indicações para aplicações médicas quanto o âmbar.

Logo, mesmo nos tempos antigos, o âmbar foi declarado quase uma panaceia para todas as doenças. A resina (âmbar) foi retratada como gotas do sol, lágrimas dos deuses, mel endurecido e luz do sol solidificada.

Afinal, é tão desejada hoje, quanto nas culturas mais antigas. Isto é, sempre utilizada, desde a Idade da Pedra, por seu calor agradável de cor, valor em adorno, quanto por suas propriedades mágicas, medicinais e usos ambarinos.

Deixe uma resposta