Tratamentos alternativos para dermatite atópica

Por que procurar tratamentos alternativos para dermatite atópica?

Parece haver três razões principais pelas quais os pacientes procuram medicina alternativa para a dermatite atópica: Primeiro, nós simplesmente ainda não temos uma cura para esta doença. Em segundo lugar, ainda não podemos explicar claramente por que essa doença ocorre. Enquanto os médicos se esforçam para descrever os fatores que desempenham um papel na dermatite atópica, ainda não podemos identificar a raiz da doença. Terceiro, os resultados dos tratamentos convencionais de dermatite atópica nem sempre são consistentes e, às vezes, são considerados inseguros.

 A saber os riscos no uso de medicamentos

Esses riscos percebidos podem ser reais. `Principalmente e o uso a longo prazo de medicamentos imunossupressores poderosos. Também ou aumentados (como quando os pacientes relutam ao uso de corticosteroides, em parte devido a advertências de caixa preta contendo palavras assustadoras como “câncer”).

Estamos, também, em meio a um movimento contra conservantes e outros produtos químicos encontrados no meio ambiente.  Então, nos perguntamos se deveríamos colocar esses ingredientes em nossa pele. Todos os avisos, sejam percebidos ou reais, criam muitas minas terrestres para negociar quando prescrevem tratamentos aos pacientes.

Muitas perguntas sobre a dermatite atópica.

Ainda temos muitas perguntas importantes a serem respondidas sobre a dermatite atópica. Pregunta como se é comum, o que causa e se pode ser prevenida. Parece que as pessoas estão mais propensas a recorrer à medicina alternativa quando não existem respostas para grandes questões como essas.

A esperança para a dermatite atópica é que a conversa sobre tratamentos alternativos se torne inútil um dia. Quando teremos medicamentos seguros e eficazes e não haverá necessidade de buscar alternativas. Mas até encontrarmos uma cura, médicos e pacientes precisam trabalhar para encontrar os melhores tratamentos. É para entender e avaliar os riscos associados a diferentes medicamentos.

O que exatamente é “Medicina Alternativa”?

Tratamentos alternativos podem ter um amplo alcance. Estudos mostram que cerca de 50% do tempo, os pacientes usaram ou consideraram o uso de medicina alternativa. Aqueles que não pensam em usar tratamentos alternativos são muitas vezes apresentados à ideia por alguém em suas vidas – um vizinho ou parente, talvez – que lhes diz: “Você tem que tentar isso que eu vi na TV (ou online).

Em geral, podemos definir a medicina alternativa como um tratamento para o qual não temos evidências suficientes para especificar se elas funcionarão da maneira pretendida. Alguns tratamentos alternativos são aqueles sobre os quais as pessoas falam e usam.

 

Tratamentos alternativos

A chave para entender a categoria de tratamento alternativo é estreitar o escopo para tratamentos que são apoiados por pelo menos algumas evidências. Aquele que são geralmente considerados seguros e são práticos. O tratamento não deve ser mais difícil do que a doença, afinal, parte do trabalho dos médicos e pesquisadores, é dar às pessoas, a sua vida de volta.

Uma maneira prática de examinar abordagens alternativas é pensar em maneiras de usar a natureza para apoiar, melhorar, aumentar e curar o paciente. Enquanto os médicos tentam trabalhar com a natureza, é importante lembrar que o natural não significa necessariamente seguro. Afinal, hera venenosa, arsênico e bactérias são coisas naturais, mas não as queremos em nossa pele. Também precisamos estar cientes de que as pessoas tendem a “esverdear” as coisas. Eles jogam o conceito de “natural” ao redor, mesmo quando não se encaixam, ou não são inteiramente honestos.

É uma ladeira escorregadia; as coisas podem ir rapidamente do natural ao não natural. Açafrão, por exemplo, é uma incrível erva com propriedades anti-inflamatórias.

Finalmente, é útil lembrar que, apesar de alguns tratamentos naturais emergentes se mostrarem promissores. As discussões sobre seus benefícios são especulativas no grande esquema das coisas. Os tratamentos alternativos são geralmente apoiados por algumas. Assim como as drogas que foram aprovadas pelo FDA (Food and Drug Administration), os tratamentos naturais podem ter efeitos colaterais ocultos que podem não ser expostos nos próximos anos. Essas considerações podem ajudar uma pessoa a manter a perspectiva ao considerar soluções alternativas.

Tratamentos naturais para o eczema com promessa

Óleo de semente de girassol

As ceramidas são a barreira da pele que reforça as gorduras. Ele são naturalmente produzidas em nossos corpos. Muitas empresas de cosméticos aprimoram seus hidratantes com ceramidas.  Em conclusão como  uma forma de reabastecer o nível dessas gorduras por meio da absorção tópica. O óleo de semente de girassol pode estimular internamente a produção natural de ceramida de nossos corpos. Em principio por sua vez, pode ajudar a melhorar a barreira da pele. O óleo natural também serve como um anti-inflamatório. Sobretudo ele pode ser benéfico para pacientes que sofrem da inflamação do eczema.

Alguns pequenos estudos analisaram como aproveitamos o poder da natureza para ajudar a melhorar a pele inflamada. Um estudo examinou o destilado de óleo de girassol. Os pesquisadores fracionaram o óleo. Os pacientes que usaram o óleo de girassol junto com um esteroide tópico por três semanas tiveram significativamente menos liquenificação. Isso e a pele que se torna espessa e áspera por esfregar e coçar. O estudo demonstrou um resultado benéfico para um tratamento seguro para muitos pacientes.

Quanto seguro é isso? 

O estudo sugere que o óleo de semente de girassol pode melhorar a função da barreira cutânea e ajudar a curar a pele, protegendo-a da invasão bacteriana. Como os participantes do estudo eram bebês que têm uma pele mais absorvente do que os adultos e se saíram bem, isso sugere fortemente que o óleo de semente de girassol é seguro para a pele.

Óleo de coco

Outro ingrediente natural fascinante que se tornou popular para a pele e cabelos é o óleo de coco. Um estudo com pacientes com dermatite atópica mostrou que a bactéria staph, na pele, diminuiu em 95% após a aplicação de óleo de coco na pele. A comparação foi feita com  pacientes que aplicaram azeite de oliva com uma redução de cerca de 50% .

Isso é surpreendente, considerando-se que a maioria dos pacientes com dermatite atópica moderada a grave tem pele colonizada com bactérias staph. Surpreendentemente que não tenham uma infecção. Este tratamento é seguro para a maioria das pessoas e é frequentemente usado em outros países.

Uma ressalva a considerar quando se pensa em incorporar produtos à base de alimentos em uma rotina de tratamento é o desenvolvimento de alergias. Sabemos que colocar proteínas alimentares na pele aberta pode aumentar o risco de uma pessoa se tornar alérgica a essa comida. Felizmente, isso não acontece com óleo de coco ou óleo de semente de girassol.

Massagem

Sabemos que o estresse desempenha um papel enorme na dermatite atópica; quando pacientes de todas as idades estão estressados, eles ficam com coceira e experimentam surtos. Por isso, faz sentido que uma massagem poderia ajudar os portadores de dermatite atópica.

Em um estudo, um massoterapeuta ensinou os pais de 20 pacientes com dermatite atópica, com idades entre dois e oito anos, a dar uma massagem a seus filhos. Os pais deram uma massagem aos seus filhos durante 20 minutos por dia. Depois de um mês, a pele das crianças foi comparada com a de crianças com dermatite atópica que não receberam massagem. Os pesquisadores descobriram uma melhora significativa em todas as medidas críticas de eczema. Os pesquisadores também descobriram que as crianças e os pais no grupo de massagem mostraram menos sinais de ansiedade.

Para os pais de crianças pequenas com eczema, a massagem se torna um ótimo momento para aplicar hidratante na pele. Isso não é apenas uma maneira gentil e segura de ajudar a tratar seus filhos, mas também um ótimo momento para se relacionar.

Âmbar Báltico

O âmbar é conhecido por seus muitos benefícios, inclusive para a pele. Não só a substância limpa os poros, mas também rejuvenesce a sua pele! A resina promove o crescimento de novas células, trazendo de volta a elasticidade da pele.

Seus benefícios para a pele não param por aí.

O âmbar também é ótimo no tratamento de doenças da pele, como acne e eczema. É uma das razões pelas quais você pode encontrar óleo essencial de âmbar em alguns de seus cremes favoritos para a pele.

Além disso, o âmbar contém uma grande quantidade de ácido succínico, que é um antioxidante. Portanto, a substância pode evitar sinais de envelhecimento, impedindo a oxidação dos lipídios do seu corpo.

O âmbar é também uma substância anti-inflamatória, graças à sua alta porcentagem de ácido succínico.

Bebês, crianças, adultos e especialmente mulheres grávidas podem usá-lo para prevenir a inflamação. Tenha em mente que a gravidez causa várias inflamações no corpo. Com a ajuda deste colar, as mulheres podem evitar desconfortos ​durante este tempo.  Assim o âmbar também é conhecido por seus efeitos calmantes. Portanto, se você usar essas joias, não estará apenas prevenindo a inflamação, mas também estará se sentindo mais relaxado enquanto espera pelo nascimento do seu filho.

“…Fiz o meu pedido às 9 da manhã de quinta-feira e recebi-o pelo correio na sexta-feira! Falar sobre rápido !!! Eu comprei uma pulseira e colar para mim para ajudar com fibromialgia e dor nas costas pós-parto. Eu não posso acreditar que diferença já fez! Obrigado!” Tatiana Souza

As propriedades curativas do âmbar tornaram-se famosas e amplamente usadas graças a Hipócrates , pai da medicina. Em suas obras, ele descreveu várias propriedades medicinais e métodos de aplicação de âmbar que mais tarde foram usados ​​pelos cientistas.

A ciência moderna descobre que o âmbar é quase completamente feito com elementos úteis para o corpo humano: iodo, ferro, magnésio, cálcio, fósforo, zinco, cobalto, bário e alumínio.

Por que o âmbar era tão amplamente usado na medicina? 

A resposta está em sua composição. Em sua composição, o âmbar tem uma substância chamada ácido succínico.

O Ácido Succínico é encontrado em muitas plantas contemporâneas e é um ingrediente comum e indispensável. No entanto, deficiências de ácido succínico são frequentes, uma vez que raramente são encontradas na natureza. Mesmo as groselhas verdes e os caules de ruibarbo, que são os mais ricos em ácido, contêm mil vezes menos ácido do que o âmbar.

Os bioquímicos europeus descobriram que o ácido succínico é um ácido criado naturalmente em todas as células do corpo capazes de respiração aeróbica. Ele participa do ácido cítrico ou do ciclo de Krebs. É assim que os carboidratos, gorduras e proteínas são metabolizados em energia.

Pesquisas atuais mostram que as condições ambientais desfavoráveis ​​que prevalecem hoje, bloqueiam o fluxo natural de processos relacionados à energia nas células. Blocos afetam o metabolismo celular e enfraquecem significativamente o sistema imunológico. Assim energia natural do âmbar é capaz de estimular sua renovação. Além disso, a pesquisa realizada na Universidade de Hamburgo, confirmou os efeitos positivos e seguros dos ácidos succínico no metabolismo celular.

Atualmente, os fármacos que previnem o envelhecimento das células humanas utilizam o ácido succínico como inibidor (um agente retardando ou impedindo totalmente a perda de íons potássio e um antioxidante). Portanto, o ácido pode ser chamado de um elixir moderno da juventude, cientificamente descrito. O âmbar é um poderoso anti-oxidante que ajuda a combater os radicais livres tóxicos e as perturbações do ritmo cardíaco.

Todas essas maravilhas aqui narradas certamente serão de grande valia para o tratamento alterativo da dermatite atópica.

Acupuntura e acupressão

Um estudo que chama a atenção ao aprender a acupuntura examinou pacientes que sofriam de uma doença que desencadeia a insuficiência dos rins. Quando os rins não estão funcionando corretamente, as pessoas ficam com coceira ao ponto de desejarem morrer.

Então a acupuntura foi usada para estimular um ponto no braço.  Entretanto, um tratamento com placebo, que não estimulou um ponto significativo no corpo, foi usado em outro grupo. Os pesquisadores descobriram que os pacientes que se submeteram ao tratamento com acupuntura relataram uma redução significativa na coceira. O grupo placebo não relatou nenhuma mudança significativa. Em um segundo plano, como muitos pacientes têm fobia de agulha, é possível tentar a acupressão.

Outro estudo

15 pacientes, com eczema moderado a grave, foram direcionados a massagearem o local  usando pequenas contas de titânio para sessões de três minutos, três vezes por semana, durante quatro semanas. Descobrimos que quatro dos pacientes que realizaram acupuntura melhoraram significativamente, enquanto que nenhum dos pacientes do outro grupo não apresentou melhora.

Quando as sensações de coceira foram analisadas, verificou-se se, de fato, diminuíram, juntamente com a gravidade do eczema geral.  Duas das pessoas que não receberam o tratamento de acupressão pioraram, enquanto ninguém no grupo de acupuntura piorou. Cinco das pessoas que receberam o tratamento de acupressão melhorou contra apenas dois no outro grupo. Esses resultados foram suficientes para serem estatisticamente significativos, embora o estudo fosse pequeno.

Vitamina D

Conforme Robert Sidbury, MD, dermatologista pediatra em Seattle e membro do Comitê Consultivo Científico da NEA , estudou 11 crianças com eczema severo cuja condição piorou no inverno, dando-lhes 1.000 UI de vitamina D ou placebo.

80% daqueles que tomaram vitamina D melhoraram e nenhum relatou piora, enquanto todos no grupo placebo permaneceram os mesmos. Outros estudos mostram que as pessoas que têm baixos níveis de vitamina D tendem a ter eczema pior do que aquelas com níveis mais elevados, apoiando esta ideia.

De fato, no mundo ocidental, muitas pessoas são um pouco deficientes em vitamina D devido à quantidade de tempo gasto em ambientes fechados. De acordo com este estudo e importante que as pessoas tomem um suplemento de vitamina D para ajudar a manter um nível normal.

 

Fazendo sentido de tudo

Claramente e antes de tudo existem muitos tratamentos alternativos que podem ser tentados e podem ser esmagadores.  As vezes, com cuidado e esforço, muitos pacientes podem encontrar alternativas úteis e tratamentos complementares que mantêm o eczema sob controle.

Assim que vamos encontrar uma cura segura e barata, manter uma mente aberta sobre alguns dos tratamentos alternativos menos conhecidos pode proporcionar a algumas pessoas um alívio muito necessário.

Deixe uma resposta